Como Baixar Músicas Bossa Nova?

Quer baixar música de Bossa Nova? Vamos te ajudar a encontrar o melhores sites de Download de músicas e Serviços de Streaming isso legalmente, você vai poder baixar MP3 e ouvir música onde você desejar. Confira!


Bossa Nova

Conheça mais sobre o estilo musical Bossa Nova.

A bossa nova é um gênero musical surgido no Brasil no fim da década de 1950. Considerado uma nova forma de tocar samba — sob influência do jazz —, foi concebido por João Gilberto, Tom Jobim, Vinicius de Moraes e jovens cantores e compositores de classe média da Zona Sul da cidade do Rio de Janeiro. Tem seu marco inicial em 1959 com o lançamento do disco e canção homônima Chega de Saudade, no qual João Gilberto cria uma nova batida de violão e canta de modo particular a música composta por Antônio Carlos “Tom” Jobim e Vinicius de Moraes (Tom Jobim, cantor e instrumentista de renome, viria a se tornar o compositor e arranjador dos maiores sucessos do gênero). O jeito suave de cantar foi influenciado pelo jazzista Chet Baker.


Playlist das 100 Músicas mais Baixadas Bossa Nova


Top 10 Músicas Mais Tocadas do Bossa Nova

Ops algo não saiu como previsto, por enquanto escute Bossa Nova no Youtube:


Onde Baixar Música Bossa Nova em Serviços de Streaming?


Lista dos Artistas e Ranking das Músicas de Bossa Nova

Principais Artistas do Bossa Nova



Saiba mais sobre a história do estilo musical: Bossa Nova.

A bossa nova é um gênero musical surgido no Brasil no fim da década de 1950.

Considerado uma nova forma de tocar samba — sob influência do jazz —, foi concebido por João Gilberto, Tom Jobim, Vinicius de Moraes e jovens cantores e compositores de classe média da Zona Sul da cidade do Rio de Janeiro.

Tem seu marco inicial em 1959 com o lançamento do disco e canção homônima Chega de Saudade, no qual João Gilberto cria uma nova batida de violão e canta de modo particular a música composta por Antônio Carlos “Tom” Jobim e Vinicius de Moraes (Tom Jobim, cantor e instrumentista de renome, viria a se tornar o compositor e arranjador dos maiores sucessos do gênero). O jeito suave de cantar foi influenciado pelo jazzista Chet Baker.

De início, o termo era apenas relativo a um novo modo de cantar e tocar samba na época, ou seja, a uma reformulação estética dentro do moderno samba carioca urbano. No final do ano de 1957, um show realizado por Carlos Lyra, Ronaldo Bôscoli, Sylvia Telles, Roberto Menescal e Luiz Eça no Clube Hebraica (Rio de Janeiro) já era anunciado como “… grupo bossa nova apresentando sambas modernos”.

Com o passar dos anos, a bossa nova tornou-se um dos movimentos mais influentes da história da música popular brasileira, conhecido em todo o mundo. Um grande exemplo disso é a canção “Garota de Ipanema”, composta em 1962 por Vinicius de Moraes e Tom Jobim.

A palavra “bossa” apareceu pela primeira vez na década de 1930, em São Coisas Nossas, samba do popular cantor Noel Rosa: O samba, a prontidão/e outras bossas,/são nossas coisas(…). A expressão “bossa nova” passou a ser utilizada também na década seguinte para aqueles sambas de breque, baseado no talento de improvisar paradas súbitas durante a música para encaixar falas.

Alguns críticos musicais destacam uma certa influência que a cultura americana do Pós-Guerra, de músicos como Stan Kenton, combinada ao impressionismo erudito, de Debussy e Ravel, teve na bossa nova, Uma especialmente do cool jazz e bebop. Embora tenha forte influência da música estrangeira, particularmente do jazz, a bossa nova possui elementos de samba sincopado.

Além disso, havia um fundamental inconformismo com o formato musical de época. Os cantores Dick Farney e Lúcio Alves, que fizeram sucesso nos anos da década de 1950 com um jeito suave e minimalista (em oposição a cantores de grande potência sonora) também são considerados influências positivas sobre os garotos que fizeram a bossa nova.

Um embrião do movimento, já na década de 1950, eram as reuniões casuais, frutos de encontros de um grupo de músicos da classe média carioca em apartamentos da zona sul, como o de Nara Leão, na Avenida Atlântica, em Copacabana.

Nestes encontros, cada vez mais frequentes, a partir de 1957, um grupo se reunia para fazer e ouvir música. Dentre os participantes estavam novos compositores da música brasileira, como Billy Blanco, Carlos Lyra, Roberto Menescal e Sérgio Ricardo, entre outros.

O grupo foi aumentando, abraçando também Chico Feitosa, João Gilberto, Luiz Carlos Vinhas, Ronaldo Bôscoli, entre outros.

Primeiro movimento musical brasileiro egresso das faculdades, já que os primeiros concertos foram realizados em âmbito universitário, pouco a pouco aquilo que se tornaria a bossa nova foi ocupando bares do circuito de Copacabana, no chamado Beco das Garrafas.

No final de 1957, numa destas apresentações, no Colégio Israelita-Brasileiro, teria havido a ideia de chamar o novo gênero – então apenas denominado de samba sessions, numa alusão à fusão entre samba e jazz – devido a um recado escrito num quadro-negro, provavelmente escrito por uma secretária do colégio, chamando as pessoas para uma apresentação de samba-sessions por uma turma “bossa-nova”.

No evento participaram Carlos Lyra, Ronaldo Bôscoli, Sylvia Telles, Roberto Menescal e Luiz Eça, onde foram anunciados como “(…) grupo bossa nova apresentando sambas modernos”.

A Bossa Nova foi um movimento da música popular brasileira que surgiu no final dos anos 50, caracterizado por forte influência do samba carioca e do jazz norte-americano.

História da Bossa Nova

A bossa nova desponta em meio ao processo de urbanização e industrialização no Brasil, no governo de Juscelino Kubitschek (1902-1976).

Nessa época, estavam em vigor o Plano de Metas e a Política Desenvolvimentista, realçados pelo lema “cinquenta anos em cinco”, que tinha como propósito o crescimento econômico do país.

O movimento surge entre músicos jovens da classe média carioca, que se reuniam com o intuito de experimentar e inovar nas composições.

Em 1958, o lançamento do compacto de João Gilberto, um dos maiores representantes da bossa nova, consolida o estilo musical.

João Gilberto em apresentação junto com a filha Bebel Gilberto

O movimento da Bossa Nova durou pouco mais de uma década, terminando em 1966.

Posteriormente, aparece outro estilo, a MPB (Música Popular Brasileira), que valoriza e se referencia na bossa nova.

Importante ressaltar que o término do movimento não significou o fim da criação musical seguindo essa linha, uma vez que muitos compositores e músicos atualmente buscam unir os tons melódicos e o samba brasileiro.

Origem do termo “Bossa nova”

O termo “Bossa” foi utilizado pela primeira vez numa canção composta por Noel Rosa, Coisas Nossas, na década de 1930. Na letra, Noel diz: “O samba, a prontidão e outras bossas, são coisas nossas”.

A expressão era uma gíria utilizada para se referir a um “jeito de fazer as coisas”. Dessa forma, os artistas se apropriaram do termo “bossa nova” para sugerir que estavam compondo e cantando de uma nova maneira.

Características e músicas da Bossa Nova

As características da Bossa Nova podem ser apontadas como:

tom coloquial na voz;
temas cotidianos;
voz mais baixa, quase como sussurros;
harmonias de samba;
invenções melódicas de jazz.

Uma das músicas mais marcantes desse movimento, e que ficou conhecida mundialmente, é Garota de Ipanema, composta por Vinícius de Moraes e Antônio Carlos Jobim em 1962.

A história da canção é verídica, inspirada na modelo brasileira Helô Pinheiro, a moça bonita que passava na orla da praia de Ipanema no Rio de Janeiro.

Além dessa, a música Chega de Saudade, também composta pela dupla Tom e Vinícius, marcou época.

Vale lembrar que a canção que assinalou o fim do movimento da Bossa Nova no Brasil é Arrastão, de Vinícius de Moraes e Edu Lobo.

Outras músicas que fizeram muito sucesso na época e são importantes obras brasileiras: Eu Sei Que Vou Te Amar, Se Todos Fossem Iguais a Você, Águas de março, Samba de uma nota só, O barquinho, Desafinado, Outra Vez, Coisa mais linda, Corcovado, Insensatez, Maria Ninguém, O Pato, Lobo Bobo, Saudade fez um Samba, dentre outras.

Além de João Gilberto, Tom Jobim e Vinícius de Moraes foram figuras essenciais para o desenvolvimento desse estilo musical.

Outros músicos e compositores também aderiram ao estilo, alguns deles são:

Dorival Caymmi
Edu Lobo
Francis Hime
Marcus Valle
Paulo Valle
Carlos Lyra
Ronaldo Bôscoli
Nara Leão
Bebel Gilberto
Baden Powell
Nelson Motta
Wilson Simonal
João Gilberto

João Gilberto Prado Pereira de Oliveira, conhecido como João Gilberto, foi um dos maiores expoentes da Bossa Nova no Brasil, considerado pioneiro nessa vertente.

O músico nasceu em Juazeiro, Bahia, no dia 10 de junho de 1931. Faleceu em 6 de julho de 2019, no Rio de Janeiro.

Figura genial, João Gilberto foi compositor, cantor e violonista. Algumas de suas composições, são: Desafinado, Bim Bom, Acapulco, Hô-Bá-Lá-Lá, Um abraço no Bonfá, Japão (Je Vous Aime Beaucoup?), Glass Beads, Minha saudade, dentre outras.

Um dos criadores do movimento da Bossa Nova, Antônio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim, conhecido por Tom Jobim, nasceu no Rio de Janeiro em 25 de janeiro de 1927. Faleceu em Nova Iorque, no dia 8 de dezembro de 1994.

Dedicado à música, Tom Jobim foi compositor, pianista, maestro, cantor e violonista.

Algumas de suas composições mais emblemáticas, são: Garota de Ipanema, Eu sei que vou te amar, Águas de março, Pela luz dos olhos teus, Samba do Avião, dentre outras.

Um dos fundadores do movimento da Bossa Nova, junto a João Gilberto e Tom Jobim, Marcus Vinícius de Moraes, nasceu no Rio de Janeiro, no dia 19 de outubro de 1913. Ele faleceu em sua cidade natal, no dia 9 de julho de 1980.

Personalidade de vários talentos, Vinícius foi poeta, compositor, diplomata, dramaturgo e jornalista.

Algumas de suas composições: Soneto de Fidelidade, Aquarela, Samba da benção, A Felicidade, A Casa, O Girassol, dentre outras.

Você conheceu um pouco mais sobre o Estilo Musical Bossa Nova.