Rap

0

O que é o Rap e suas principais características. O termo RAP significa rhythm and poetry (ritmo e poesia). O RAP surgiu na Jamaica na década de 1960. Este gênero musical foi levado pelos jamaicanos para os Estados Unidos, mais especificamente para os bairros pobres de Nova Iorque, no começo da década de 1970. Jovens de origens negra e espanhola, em busca de uma sonoridade nova, deram um significativo impulso ao RAP.

O rap tem uma batida rápida e acelerada e a letra vem em forma de discurso, muita informação e pouca melodia. Geralmente as letras falam das dificuldades da vida dos habitantes de bairros pobres das grandes cidades. As gírias das gangues destes bairros são muito comuns nas letras de música rap. O cenário rap é acrescido de danças com movimentos rápidos e malabarismos corporais. O break, por exemplo, é um tipo de dança relacionada ao rap. O cenário urbano do rap é formado ainda por um visual repleto de grafites nas paredes das grandes cidades.

No começo da década de 1980, muitos jovens norte-americanos, cansados da disco music, começaram a mixar músicas, e criar sobre elas, arranjos específicos. As músicas de James Brown, por exemplo, já serviram de base para muitas músicas de rap. O MC (mestre-de-cerimônias) é o responsável pela integração entre a mixagem e a letra em forma de poesia e protesto. É considerado o marco inicial do movimento rap norte-americano, o lançamento do disco Rapper’s Delight, do grupo Sugarhill Gang.

Entendendo o Rap

Geralmente, o rap é cantado e tocado por uma dupla composta por um DJ (disc-jóquei), que fica responsável pelos efeitos sonoros e mixagens, e por MCs que se responsabilizam pela letra cantada. Quando o rap possui uma melodia, ganha o nome de hip hop.

Um efeito sonoro muito típico do rap é o scratch (som provocado pelo atrito da agulha do toca-discos no disco de vinil). Foi o rapper Graand MasterFlash que lançou o scratch e depois deles, vários scratchings começaram a utilizar o recurso: Ice Cube, Ice T, Run DMC, Public Enemy, Beastie Boys, Tupac Shakur, Salt’N’Pepa, Queen Latifah, Eminem, Notorious entre outros.

O que é o Rap

A palavra Rap, tem como significados, ritmo e poesia. Ou seja, é uma mistura de ritmos intensos, com rimas poéticas, integrando o contexto social, cultural e politico onde está inserido.

A música Rap em si, se lhe podemos chamar assim, tem uma batida rápida e bem acelerada, e a própria letra vem em forma de discurso, com muita informação e com pouca melodia. E por norma, as suas letras falam das dificuldades e dos problemas dos habitantes dos bairros pobres das grandes cidades.

O Rap também é composto por danças caracterizadas com movimentos rápidos e malabarismos corporais. Por exemplo, o Break dance, é um tipo de dança que está relacionado com o Rap. Para além disto tudo, o Rap ainda tem um cenário urbano, onde temos um visual cheio de grafites nas paredes das grandes cidades.

Podemos dizer que o Rap, é uma forma ritmada e cantada de se contar o que se passa no quotidiano dos bairros mais pobres das grandes cidades. Dos problemas e das questões sociais que ninguém mais ousa abordar, de uma forma direta e critica.

O Rap e a sua origem

Segundo consta, surgiu na Jamaica durante a década de 60, e foi levado para os EUA, na década de 70. Mais propriamente para os bairros pobres de Nova Iorque, onde os jovens de origem negra e espanica, que em busca de uma sonoridade diferente, deram assim um novo impulso e um novo significa ao Rap.

A historia do Rap no EUA

No EUA, foi o DJ Kool Herc, o principal responsável pela sua introdução no país.

O Rap nos EUA alastrou-se a todos os bairros pobres das principais capitais, principalmente, da cidade de Nova Iorque. Onde aqui, os jovens ‘cantavam’ sobre a situação real que se vivia nesses bairros.

O Rap no início era chamado de “tagarela”, pois é mais falado do que propriamente cantado, mas mesmo assim, consegue ascender, talvez, por ser tão diferente de tudo o que havia até então.

Assim, o Rap no início da década de 80, aproveita que muitos jovens já estavam fartos e cansados do disco music, e que começam a mixar musicas, e a fazer arranjos específicos sobre elas. Como por exemplo, as músicas de James Brown, que serviram de base para muitas músicas de Rap.

O próprio MC, foi o responsável pela integração entre a mixagem e a letra em forma de poesia e de protesto.

É considerado o marco inicial do movimento rap norte-americano, com o lançamento do disco do Rapper Delight, do grupo Sugarhill Gang.

Compreender o Rap

Por norma, o Rap é cantado por uma dupla, que é composta por um DJ, que é quem fica responsável pelos efeitos sonoros e as mixagens, e por MCs que são os responsáveis pela letra. E por norma, quando o Rap tem uma melodia, ganha o nome de Hip Hop.

Um dos efeitos mais característicos do Rap é o scratch, que mais não é que o arranhar do disco com a agulha. Foi o rapper Graand MarterFlasch que lançou o scratch. Depois dele, vieram outros que nutilizaram o scratching como recurso, como por exemplo, Ice T, Ice Cube, Public Enemy, Tupac Shakur, Queen Latifah, Eminem, Beastie Boys, entre outros.

História da Arte Romântica

O auge da historia do Rap e as mudanças

Foi na década de 80, que a história do Rap sofreu uma mistura com outros estilos musicais, dando assim origem a outros géneros, como por exemplo:

O dance rap ou o acid jazz ou ainda o raggamuffin, que era uma mistura com o reaggae. Aqui as letras são marcadas pela violência das ruas e dos guetos.

É nesta década que surge o chamado gangsta rap, com nomes como Snoop Doggy Dogg, Sean Puffy Combs, Cypress Hill, LL Cool J, e outros.

Por exemplo, nas letras do Public Enemy, podemos encontrar mensagens de cariz politico e social, denunciando assim as injustiças e as dificuldades que as populações mais pobres da sociedade norte-americana sofrem.

É através da musica que se faz o protesto social e se dá voz ao povo mais pobre e mais desfavorecido.

A historia do Rap no Brasil

No Brasil o Rap só vai surgir por volta de 1986, mais propriamente na cidade de São Paulo.

Na década de 80, o rap não era bem aceite pelas pessoas em geral, pois era considerado um estilo de musica mutio violento e típico da periferia.

Vai ser só na década de 90, que o rap vai ganhar força, com as rádios e a industria fonográfica, que passa a dar mais atenção a este novo estilo de musica.

Os primeiros rappers a terem sucesso foram o DJ Hum e Thayde. Depois deles vieram nomes como Racionais MCs, Planet HEmp, Pavilhão 9, Detentos do Rap, Cambio Negros, Xis & Dentinho e o Gabriel, O Pensador, que até hoje é uma referência incontestada.

Também aqui começa a ser usado e misturado com outros estilos e géneros musicais, como por exemplo, o movimento mangue beat, onde vemos presente na música de Chico Science & Nação Zumbi.

Hoje em dia, o rap no Brasil está muito bem integrado no cenário musical, vencendo preconceitos e conseguiu passar da periferia para alcançar o grande público.

A história do Rap em Portugal

Em Portugal, temos na década de 80 a invasão do hip hop, que se infiltrou nos subúrbios das grandes cidades, como Lisboa e Porto. Em zonas como Amadora, Cacem, Vila Nova de Gaia, Maia e até na Margem Sul.

Em Portugal a primeira compilação de rap só surgiu em 1994 com a designação de Rapublica. E foi aqui, que o rap ou o hip hop se afirmou de uma vez por todas entre os portugueses.

O melhor exemplo disso mesmo, é o refrão “Não sabe nadar, yo”, que chegou à boca do povo mais rápido que um ai.

Mas apesar ter tido este boom, acabou em desuso entre os jovens, perdendo assim o compasso do estrangeiro, embora ainda se faça sentir nos arredores da capital.

A historia do Rap e o futuro

A historia do Rap ainda não acabou. Acreditamos que ainda tem amis capítulos para serem escritos. E enquanto houver pessoas pobres e injustiças no mundo, haverá sempre o rap.

História do Rap, a voz das ruas. História do Rap, esse estilo musical sempre será um dos ritmos mais apreciados por todo o mundo, com uma expressão que caiu no gosto popular, é um termo inglês que tem como significado Rhythm And Poetry que em português significa Ritmo e poesia.

Rap Internacional.

A história do rap que teve início entre as classes pobres nos Estados Unidos, mais precisamente entre os anos 70, mas, estudos indicam que bem antes já começava este movimento nos anos 60 na Jamaica.

A Jamaica tem papel fundamental no desenvolvimento do rap, principalmente pelo fato de que na Jamaica foi impulsionado com o surgimento dos equipamentos sonoros, o que ganhava vida com as festas de ruas e guetos do país.

Com o passar dos anos, o Rap ganhou novos cenários e locais onde os bailes eram feitos, um bom exemplo desses locais são alguns galpões e depósitos que eram usados para tal.

Nesses locais era possível contar com presenças de DJ, Mc’s ou mestre de cerimônias, tais personalidades eram denominadas como Toaster.

Esse Toaster servia como puxadores de rimas que faziam com que as pessoas os seguissem. Geralmente, eram rimas com tons políticos ou controversos.

Anos 80, o Auge do Rap.

A partir dos anos 80 passou a ganhar cada vez mais novos adeptos, isso fez com que o ritmo fosse introduzido em outros estilos musicais.

Isso fez com que novos gêneros musicais começassem a surgir como: Acid Jazz, o Raggamuffin que se trata de uma mistura de reggae e Rap, o Dance Rap.

E uma das principais misturas que aconteceu, foi justamente através de figuras emblemáticas como: NWA, Snoop Doggy, LL Cool J, Sean Puffy Combs, Cypress Hill, Coolio.

Muitos outros fazem parte desta lista, mas esses são considerados ícones até hoje, já que fazem o Gangsta Rap.

O rap internacional sempre busca passar para as pessoas justamente algo que na maioria das vezes é escondido e não divulgado, que é justamente as dificuldades que a classe pobre passa a cada dia.

Os principais grupos do rap internacional de todos os Tempos.

– Grandmaster Flash and the Furious Five, esse grupo foi praticamente o começo de tudo, formado no Bronx em Nova Iorque, teve como seu fundador Joseph Saddler. O grupo teve como sua principal faixa musical “The Message”.

– Public Enemy, formam os responsáveis pela modernização do rap internacional. O grupo teve como fundador, Chuck D, que além de músico também era designer, o primeiro disco foi “Yo! Bum Rush the Show”.

– Tupac, este é considerado por muitos e principalmente entre os críticos de indústrias fonográficas, sendo apontado inclusive pelo New York Times como o maior de todos os Rappers. Tendo vendido cerca de 75 milhões de discos por todo o mundo.

– The Notorious B.I.G., outro ícone, também considerado por muitos um dos maiores de todos os tempos. Ele é considerado como o grande salvador do Rap da Costa Oeste dos Estados Unidos.

Está é apenas um pouco da história do rap internacional.


Patrocinado


Ofertas em Conjuntos de Pratos

por R$ 7,45 - R$ 295,14

15 Avalições Positivas!

COMPRE AGORA

Kit com 10 Colmeia Organizadora Para Camisetas - Rosa

por R$ 146,90
(7% de desconto)
9 Avalições Positivas!

(7% de desconto)

Comoda Lara 5 Gavetas Branco

por R$ 278,10
(18% de desconto)
3 Avalições Positivas!

(18% de desconto)


Mini Refrigerador Ar Pessoal Ultra Refrigeração Mesa Escrito

por R$ 78,30
(47% de desconto)
232 Avalições Positivas!

(47% de desconto)

Avermedia Placa Captura Gc551 Placa Captura Video Usb Avermedia L

por R$ 1.039,99
(19% de desconto)
384 Avalições Positivas!

(19% de desconto)

Cadeado com Alarme Sirene Grande Anti furto 110db Som Alto Segurança

por R$ 80,99
(-19% de desconto)
11 Avalições Positivas!

(-19% de desconto)

Volta às Aulas Meninos

por R$ 24,90 - R$ 206,90

Avalições Positivas!

COMPRE AGORA