Como Baixar Músicas Sertanejo?

Quer baixar música de Sertanejo? Vamos te ajudar a encontrar o melhores sites de Download de músicas e Serviços de Streaming isso legalmente, você vai poder baixar MP3 e ouvir música onde você desejar. Confira!


Sertanejo

Conheça mais sobre o estilo musical Sertanejo.

Foi em 1929 que surgiu a primeira música sertaneja como se conhece hoje. Ela nasceu a partir de gravações feitas pelo jornalista e escritor Cornélio Pires de “causos” e fragmentos de cantos tradicionais rurais do interior paulista, sul e triângulo mineiros, sudeste goiano e mato grossense. Sertaneja é um gênero musical do Brasil produzido a partir da década de 1910 por compositores urbanos, rurais e outros chamada genericamente de modas e emboladas cujo som da viola é predominante. O sertanejo é atualmente o mais popular estilo musical no Brasil, superando inclusive o samba, na maioria dos estados do país (especialmente São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia e Tocantins) Muitos estudiosos seguem a tendência tradicional de integrar as músicas caipira e sertaneja como subgêneros dentro um só conjunto musical, estabelecendo fases e divisões: de 1929 até 1944, como “música caipira” (ou “música sertaneja raiz”); do pós-guerra até a década de 1960, como uma fase de transição da velha música caipira rumo à constituição do atual gênero sertanejo; e do final dos anos sessenta até a atualidade, como música “sertaneja romântica”.

baixar musica sertanejo


Playlist das 100 Músicas mais Baixadas Sertanejo


Top 10 Músicas Mais Tocadas do Sertanejo

  1. Largado às Traças

    Zé Neto e Cristiano – Esquece O Mundo Lá Fora

  2. Quarta Cadeira

    Matheus & Kauan ft. Jorge & Mateus – Ao Vivo Em Goiânia / 2018

  3. Não Abro Mão

    Maiara & Maraisa – Reflexo - Deluxe (ao Vivo)

  4. Cidade Vizinha.

    Henrique e Juliano – DVD Menos é Mais

  5. Zé da Recaída

    Gusttavo Lima – O Embaixador

  6. Surto de Amor

    Bruno e Marrone, Jorge & Mateus – Studio Bar

  7. Vingança

    Luan Santana pt. Mc Kekel. – Viva (Ao Vivo)

  8. Atrasadinha

    Felipe Araújo & Ferrugem – Por Inteiro (Ao Vivo)

  9. Estado Decadente

    Zé Neto e Cristiano – Acústico de Novo

  10. Gusttavo Lima - Cem Mil

    Gusttavo Lima – O Embaixador


Onde Baixar Música Sertanejo em Serviços de Streaming?


Lista dos Artistas e Ranking das Músicas de Sertanejo

Principais Artistas do Sertanejo

Abel & Caim
AD SANTOS OFICIAL
Adair Cardoso
Adalberto & Adriano
Ademir Dias
Adriano Mancini
Adson e Alana
Alan & Aladim
Alan e Alex
Alan e Alisson
Alecir & Alessandro
Alex & Ryan
Alex e Alessandro
Alex e Willian
Alex e Yvan
Alex Lyan
Alex Pereira
Alex Ventura
Alisson & Ryan
Allan e Thiago
Allan Matheus
Almir Sater
Althair & Alexandre
Amilka Ribeiro
Ana Paula e Clarissa
Anderson e Alyson
Anderson Negrine
André e Adriano
André e Cauan
André Luis e Mateus
André Vinicius
Andressa e Raiza
Angelo Oliveira
Anthony & Rafhael
Antonny e Leo
Antony e Gabriel
Apolo E Felipe
Arthur Danni
Arthur e Thomaz
As Pequeninas
Ayla
Banda Chama no PV.2017
Banda Duplla Face
Banda Forroxé
Banda San Marino
Banda Xeiuz de Malícia
Banda ZeroHum
Barão e Mauá
Barrerito
Belluco
Bento & Mariano
Bernardo & Rafael
Bersan
Beth Bacana
Beto & Deluka
Beto e Julio
Bia Bandeira
Bonni e Belluco
Braz Aparecido
Brenno Reis & Marco Viola
Breno e Caio Cesar
Bruna Gonçalves
Bruna Izi e Lafaiete
Bruna Pinheiro
Bruninho e Davi
Brunna Izi
Bruno Camacho
Bruno e Barretto
Bruno e Dione
Bruno e Marrone
Bruno e Robson
Bruno Holanda
Bruno Oliveira
Bruno Pena e Christiano
Caboclo Mendonço
Cacio e Marcos
Caco de Castro
Caçula & Marinheiro
Caio & Gabriel
Caio Cesar e Renan
Caio e Terração
Cantora Rosmarina
Carlito e Baduí
Carlos Cezar e Cristiano
Carlos e Jader
Carlos Magno Borges
Carlos Pitty e Alessander
Carlos Viera
Carol Baby
Carol Souza
Caroliny Ferreira
César e Alessandro
César Menotti e Fabiano
Cezar & Paulinho
Chandy e Adrianno
Charle$ilva
Charles e Augusto
Chico Rey e Paraná
Chiquito e Bordoneio
Chitãozinho e Xororó
Christian e Cristiano
Chrystian e Ralf
Claudinei Oliveira
Clayton e Romário
Cleber e Cauan
Cleiton Basttos e Diego
Cleiton e Camargo
Compositor Raiff
Conrado e Aleksandro
Corpo & Alma
Cris Fagundes
Crispim
Cristiano Araújo
Cristiano e Ronaldo
Crysthyan Braully
D'Lucca e Gabriel
D'Santoro
Daia Dutra
Dalton Mateus
Dalvan
Daniel
Daniel e Cristiano
Daniel e Samuel
Daniel Lorena
Daniel Matheus
Daniela e Giuliano

Danilo Mendes
Dany & Denys
Dany e Rafa
Davi e Fernando
Davi Firma
Davi Santana
De Simone
Débora Maria
Dechris
Del Monteiro
Delley & Dorivan
Delucca e Matheus
Denis & Dennyel
Denis e Denilson
Dhonatan Coelho
Di Paullo e Paulino
Diego Alexandre
Diego e Gabriel
Diego Mariano
Dinho e Gustavo
Dino Franco e Mouraí
Diogo Cachorrão
Diou Carlos
Don e Juan
Douglas e Diego
Douglas Maia e Pablo Lincon
Dudu Di Valença & Rodrigo
Duduca e Dalvan
Duo Ciriema
Ébert Borsato
Eder & Cristiano
Edmilson e Edvando
Edson Cadorini
Edson e Érick
Edson e Hudson
Edson e Vinicius
Edu & Alexandre
Edu e Maraial
Edu e Renan
Edu Gueda
Eduardo Costa
Edy & Edson
Elayne e Gislayne
Eliety
Ellens
Emerson Gasp
Emilio & Eduardo
Enzo Paixão
Eric & Deilon
Eric Dias
Eric e Matheus
Eric Strada
Erick e Carrasco
Erick e Léo
Euripinho Sollo
Evandro e Agnaldo
Everton Paiva
Fabinho e Rodolfo
Fabio Camillo
Fábio Dunk
Fabio e Aguilar
Fábio Henrique e Alessandro
Fabio Mahan
Fabio Satim & Luciana
Felipe & Falcão
Felipe Araújo
Felipe Correa
Fernando Cunha
Fernando e Lucca
Fernando e Sorocaba
Fernando Lage
FERRI
Filipe Labre
Flávio E Fábio Henrique
Fran Makario
Fred e Gustavo
Fred Gold
Gabi Caroline
Gabi Lima
Gabriel Diniz
Gabriel Gava
Gabriel Mendes
Gabriel Valim
Gabriella Caetano
Gabryell Moraes
Gean e Roger
George Henrique e Rodrigo
Geovany Reis e Fabrício
Gian & Giovani
Giancarlo e Raphael
Gilberto e Gilmar
Gino & Geno
Gisele Nunes
Goiano & Paranaense
Grupo Foclórico Veteranos Do Rosario
Grupo Tradição
Guga Oliveira
Gui Amaral
Gui Brandão
Gui Passos
Guilherme & Gustavo
Guilherme e Renan
Guilherme e Santiago
Gustavo Henrique
Gustavo Nass
Gustavo Toledo e Gabriel
Gusthavo Romera
Gusttavo e Gabriel
Gusttavo Lima
Hector e Higor
Helena Reis
Helton Lima
Henrique e Diego
Henrique e Juliano
Henrique Linhares
Henrique Marx
Herculano
Heytor Vianna
Hugo e Gabriel
Hugo e Tiago
Hugo Pena
Hugo Pena e Gabriel
Humberto e Ronaldo
Iago Bitencourt
Igor Galdino
Inácio Pina

Irmãs Freitas
Isadóra Carla
Ismail Gonçalves
Israel e Rodolffo
Israel Lucero
Israel Novaes
Iury Flores
Ivan Costta
J.A.Thomas
Jack Portella
Jackson e Alessandro
Jacó e Jacozinho
Jads & Jadson
Janaynna
Janderson e Anderson
Jannaina Barbosa
Jaqueline e Luciana
Jayne
JB e Rafael
Jean Lucas e Juliano
Jean Montes
Jeann & Julio
Jeferson Santos
Jessica e Adriano
Jéssica e Jennifer
Jéssica Lima (Sertanejo)
Jhenyfer Lira
Jheymysson Gonçalves da Silva
Jhonathan e Thiago
Jill Reis
João Bosco e Vinícius
João Carreiro & Capataz
João Fernando E Gabriel
João Guilherme e Raphael
João Lucas e Marcelo
João Lucas e Walter Filho
João Luiz e Luiz Paulo
João Marcio
João Márcio e Fabiano
João Marcos e Matheus
João Mineiro e Marciano
Joao Paulino e Jose Vitor
João Paulo e Daniel
João Paulo e Eduardo
João Pedro e Alessandro
João Pedro e Cristiano
João Ricardo e Manoel
João Victor e Raphael
João Victor e Raul
João Vitor & Edson
Job e Juliano
Joelma Mota
Johnni e Pedrinho
Jordana Santos
Jordani e Gabriel
Jorge e Mateus
Jorge Paixão de Macedo
Jorge-Ribeiro
José & Josué
José Cláudio & Fernando
José Nunes
José Silva
Josy e Junior
Joyce & Fabiano
Juliani e Bruno
Julio César e Cassiano
Julio César e Renan
Júnior Allves
Junior E Thyago
Junior Magalhães
junior sousa
Junnior Serpa
Kadu e Edu
Kael Vilella
Kaian Muniz
Kaleb Karaã
Kelly Gleyk
Kelps
Kleber & Júnior
Kleo Dibah & Rafael
Kristian e João Miguel
Lanna e Juliana
Leandro e Leonardo
Ledo & Luan
Leidy e Maick
Lelles & Leonardo
Leo Arann
Leo Bocalon
Léo Canhoto e Robertinho
Leo e Giba
Leo e Luccas
Léo Henrrike
Leo Magalhães
Leo Rodriguez
Leonardo
Letícia Gonçalves
Lianno
Lilian e Leila
Lippe & Lucas
Liu & Léu
Llypeh
Loko Loko
Lourenço & Lourival
Luan Santana
Luanna Cruz
Lucas & Higor Lima
Lucas Arcaro e Thiago
Lucas Bettar
Lucas e Felipe
Lucas e Gabriel
Lucas Ferreira (2)
Lucas Ing
Lucas Lucco
Lucas Pavani
Lucas Vidotte
Lucca e Juann
Lucca Oliveira
Luccas e Renato
Ludmila Ferber
Luiz Carlos e Santiago
Luiz Cláudio & Giuliano
Luiz Diego e Gustavo
Luiz Fellipe e Gabriel
Luiz Fernando e Israel
Luiz Henrique & Fernando
Luiz Paulo e Lunan

Luizinho e Limeira
Luna e Vitória
Maciel Machado
Maestro e Marechal
Maicke e Matheos
Maída e Marcelo
Marcelinho de Lima & Camargo
Marcello e Maurino
Marcelo Bragato
Marcelo e Matteo
Marcelo Girard
Marcílio Oliveira
Marcio Deluk
Marcio Jhony
Márcio Luiz
Marco & Mário
Marco Aurélio e Paulo Sérgio
Marco Brasil
Marco e Rolfe
Marco Túlio e Adriano
Marcos & Claudio
Marcos & Matheus Jacobino
Marcos Duerat
Marcos e Belutti
Marcos e Du Valle
Marcos e Fernando
Marcos e Léo
Marcos e Murilo
Marcos MItta
Marcos Paulo e Gabriel
Marcos Villa e Gabriel
Maria Cecilia e Rodolfo
Maria Fumaça
Maria Isabel Melette
Mariana e Mateus
Marília Marques
Marília Mendonça
Markão e Xexéu
Marlon e Maicon
Martin Eustáquio
Matheus e Gabriel
Matheus e Kauan
Matheus e Ribeiro
Matheus Guto
Matheus Minas e Leandro
Matheus Valente
Matogrosso e Mathias
Mauricio e Eduardo
Mavericky
May e Karen
Mayck e Lyan
Maycon & Renato
Maycon Almeida
Mayke Ferraz
Michel Teló
Milionário e José Rico
Misael Santos
Mococa & Paraíso
Mulherada Butequeira
Munhoz e Mariano
Murilo e Mariah
Musical San Francisco
Naiara Azevedo
Nando e Robson
Nashville
Nathália Siqueira
Nayra Days
Nelson e Davi
Nicholas Delinski
Ninha Rayarchad
Noah Netto
Nonato Costa
Oliver & Léo
Os Filhos de Goiás
Os Violeiros de Cristo
Otavio Augusto e Gabriel
Pablo Henrique
Pablo Henrique e Alexandre
Pablo Henrique e Maldonado
Padre Juarez de Castro
Paiozinho e Zé Tapera
Palmeira e Biá
Paola Vegas
Paraíso (novela)
Patricia e Adriana
Paula Fernandes
Paulinha Gonçalves
Paulinho, Cancioneiro
Paulo Alan e Rafael
Paulo Henrique & David
Paulo Souza e Gabryel
Paulo Victor e Gabriel
Pedro Bento e Zé da Estrada
Pedro e Pedrinho
Pedro e Thiago
Pedro Henrique e Fernando
Pedro Henrique e Renan
Pedro Naves e Rafael
Pedro Paulo & Henrique
Pedro Paulo e Matheus
Pegada Louca
Pena Branca
Pena Branca e Xavantinho
Priscila Moreno
Racyne e Rafael
Rafa Carraro
Rafa Cout
Rafa Melo e Zety
Rafa Novaes
Rafael Chagas
Rafael Frare
Rafael Paiva
Raffael Machado
Rangel Costa
Raphael Alencar (2)
Raul Rodrigues
Raul Torres e Florêncio
Rayane Diniz e Luana
Rayane e Rafaela
Rayane Martins
Relber e Allan
Renan & Rafael
Renan e Ray
Renan Miler e Raphael
Renan Ribeiro
Renan Zurc
Renata Motta
Renato Teixeira
Ricardo Costa e Eduardo

Ricardo e Eduardo
Ricardo e João Fernando
Ricardo Ozcar
Rick & Rangel
Rick & Renner
Rick Oliveira Jr.
Rionegro & Solimões
Rob Nunes
Robert e Ronan
Roberta Miranda
Roberto e Ariel
Roberto Maia
Robson e Renan
Rodolpho e Tonny
Rodrigo e Luciano
Rodrigo e Ravel
Rodrigo e Thayane
Rodrigo Freitas
Rodrigo Freitas e Xavier
Rodrigo Junior
Rodrigo Lessa e Miguel
Roger & Rogério
Ronny e Max
Ronny e Rangel
Rosélia Sousa Oliveira
Roy Marcos
Ruan e Marcelo
Rud e Robson
Ryck e Kleber
Samir Matos
Santiago e Querubim
Santorine
Sérgio e Thiago
Sérgio Reis
Seu Maxixe
Sheila Araújo
Sinesio e Henrique
Só Modão
Stéfano e Leonardo
Suellen Lima
Sula Miranda
Sulino e Marrueiro
Sunamita e Sulamita
Tais e Raffael
Talles Guimarães
Taty e Vitor
Tchê Garotos
Teo e Edu
Teo e Henrique
Teodoro e Sampaio
Texas Hammer
Thaeme e Thiago
Thais Miziara
Thássio Oliveira
Theo Andrade
Theo e Netto
Théo e Thiago
Théo Oliveira
Thiago e Asael
Thiago e Ricardo
Thiago Elias & Alexandre
Thiago Moura
Thiago Pinho
Thitias Nunes
Thomé e Thobias
Three Sertanejos
Tiago & Jorge
Tiago Alves
Tiago e Rodrigo
Tiano
Tião Carreiro & Carreirinho
Tião Carreiro & Paraíso
Tião Carreiro e Pardinho
Tibagi e Miltinho
Tom E Arnaldo
Tom Marques
Tonico e Tinoco
Tony e Roger
Trio Bravana
Trio Parada Dura
Trio Popular e Sertanejo Da Banda Zé Mariano Júnior
Tutuca e Jean
Ugo Cappelli & Bruno
Vagner Ramos
Val e Simone
Valter & Guilherme
Vando Moura E Rafael
Vanoly Cigano
Vavá Bandeira & Naldinho
Victor e Diogo
Victor e Leo
Victor e Matheus
Victor e Renato
Victor e Vinícius
Victor Hugo e Alessandra
Victor Lins
Victor Ugo
Viktor Hiugo
Vitor e Vanessa
Vitor Hugo e Daniel
Wander Almeida
Welington Miranda
Wesley & Lucas
William Couto & Adriano
Willian Daniel
Yanna
Ygor Frois
Yuri e Kaue
Yuri e Rafael
Zé Carreiro e Carreirinho
Zé do Rancho & Zé do Pinho
Zé Felippe e Murilo
Zé Fortuna & Pitangueira
Zé Henrique e Gabriel
Zé Mariano Júnior
Zé Mariano Júnior e Rosmarina
Zé Mulato & Cassiano
Zé Neto e Cristiano
Zé Ricardo e Thiago
Zé Samu
Zé Tapera e Teodoro
Zezé Di Camargo e Luciano
Zilo e Zalo
Zumzera e Guilherme



Saiba mais sobre a história do estilo musical: Sertanejo.

Música sertaneja é um gênero musical do Brasil produzido a partir da década de 1910 por compositores urbanos, rurais e outros chamada genericamente de modas e emboladas cujo som da viola é predominante.

O sertanejo é atualmente o mais popular estilo musical no Brasil, superando inclusive o samba, na maioria dos estados do país (especialmente São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia e Tocantins).

O gênero musical sertanejo

O gênero musical sertanejo mais famoso é o sertanejo caipira, ou música caipira, esse gênero musical historicamente teve início com o Bandeirismo, um movimento de desbravamento no interior do Brasil pelos bandeirantes paulistas, no século XVI. Antonio Candido definiu como Paulistânia todo o eixo de expansão e difusão da cultura bandeirante. Região esta onde se fixou o que entendemos por cultura caipira.

Os estados de São Paulo, Goiás, Mato Grosso do Sul, metade Norte do Paraná, parte de Tocantins, parte do Mato Grosso e regiões como Sul de Minas e Triângulo Mineiro, são os locais onde se ambientaram esses valores.

Parte desses bandeirantes abandonaram a lida das bandeiras, isolando-se e formando roças, foi nas roças do interior paulista que surgiu o homem caipira, e foi la que a música caipira ganhou corpo e notoriedade, pelos canto de seus causos e suas lidas do interior, sendo gravada pela primeira vez em 1929 por Cornélio Pires.

Inicialmente tal estilo de música foi propagado por uma série de duplas, com a utilização de violas e dueto vocal. Esta tradição segue até dias atuais, tendo a dupla geralmente caracterizada por cantores com voz tenor (mais aguda), nasal e uso acentuado de um falsete típico.

Enquanto o estilo vocal manteve-se relativamente estável ao longo das décadas, o ritmo, a instrumentação e o contorno melódico incorporaram aos poucos elementos de gêneros disseminados pela indústria cultural.

Dentro do gênero

Tais modificações dentro do gênero musical têm provocado muitas confusões e discussões no país a cerca do que seria música caipira/sertaneja. Críticos literários, críticos musicais, jornalistas, produtores de discos, cantores de duplas sertanejas, compositores e admiradores debatem sobre as quais seriam as formas artísticas de expressão do gênero, que levam em conta as mudanças ocorridas ao longo de sua história.

Muitos estudiosos seguem a tendência tradicional de integrar as músicas caipira e sertaneja como subgêneros dentro um só conjunto musical, estabelecendo fases e divisões: de 1929 até 1944, como “música caipira” (ou “música sertaneja raiz”); do pós-guerra até a década de 1960, como uma fase de transição da velha música caipira rumo à constituição do atual gênero sertanejo; e do final dos anos sessenta até a atualidade, como música “sertaneja romântica”.

Outros no meio acadêmico, no entanto, consideram “música caipira” e “música sertaneja” gêneros completamente independentes, baseado na ideia de que a primeira seria a música rural autêntica e/ou do homem rural autêntico, enquanto a segunda seria aquela feita, como “produto de consumo”, nos grandes centros urbanos brasileiros por não-caipiras.

Se for adotado o critério de que música caipira e sertaneja são sinônimos, pode-se dividir este gênero musical em alguns subgêneros principais: “Caipira” (ou “Sertanejo de Raiz”), “Sertanejo Romântico” e “Sertanejo Universitário”.

A palavra “sertanejo”

A palavra “sertanejo” provem de sertão, termo popular que se dá no Brasil a certos locais afastados, longe das cidades, porém essa denominação é de certa forma errônea, pois no dia a dia do brasileiro e na arte não-musical “sertão” e “sertanejo” são mais relacionados com o Nordeste do Brasil, aonde ameríndios e mais tarde colonizadores portugueses e escravos africanos encontraram uma vegetação de savana e clima semi-árido, aonde mais tarde houve a dominação política dos chamados “coronéis”, obrigando a desenvolver uma cultura de resistência, do matuto, legitimamente sertaneja, conhecedor da caatinga.

Difere-se da cultura caipira, especificamente originária na área que abrange os estados de São Paulo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Tocantins e também o sul do Rio de Janeiro, que forma um mesmo cinturão sociocultural com o Vale do Paraíba Paulista.

Ali se desenvolveu uma cultura do colono que encontrou abundância de águas, terra produtiva e um clima mais ameno, típico do cerrado. É conhecida como “caipira” ou “sertaneja” a execução composta e executada das zonas rurais, do campo, a antiga moda de viola.

Os caipiras, duplas ou solo, utilizavam instrumentos típicos do Brasil, como viola caipira.

Caipira, raiz, romântico e universitário. A música sertaneja tem muitas variáveis e por isso é considerada o estilo mais eclético que existe, já que ela tem a capacidade de unir diversos ritmos em suas canções e cada vez mais tem conquistado as gerações.

Mesmo com seu sucesso confirmado dentro e fora do Brasil, o sertanejo é um gênero musical totalmente brasileiro e em seu estilo caipira são utilizados instrumentos artesanais típicos do Brasil-Colônia, como a viola, acordeão e gaita, que são totalmente voltados para o público rural.

Mas, você conhece a história da música sertaneja?

Mais História

A música sertaneja surgiu em 1929, quando o pesquisador, compositor, escritor e humorista, Cornélio Pires, decidiu espalhar os costumes caipiras em forma de música e encenações teatrais para os outros cantos do Brasil, passando pelo interior paulista, norte e oeste paranaenses, sul e triângulo mineiros, sudeste goiano e mato-grossense, bancando do próprio bolso o dinheiro para gravar um disco, que logo após ser lançado, esgotou-se nas lojas pela grande procura.

Nesta época, o gênero era conhecido como música caipira, pois as letras tratavam sobre a beleza bucólica e romântica da paisagem, além do modo de vida do homem do interior e do homem da cidade. Atualmente, esse gênero é conhecido como música sertaneja raiz, já que suas letras enfatizam o cotidiano e maneira de cantar.

Duplas de Sucesso

Talvez você nunca tenha ouvido falar nelas, mas entre as duplas pioneiras nas gravações em disco moda de viola, estão: Zico Dias & Ferrinho, Laureano & Soares, Mandi & Sorocabinha e Mariano & Caçula. Como suas canções estavam ligadas à realidade cotidiana, as duplas optavam por fazer crônicas e em seus resultados é possível conhecer “A revolução Getúlio Vargas”, e “A morte de João Pessoa”, gravadas em 1930 por Zico Dias & Ferrinho, além de outras músicas deste gênero.

A música e suas fases

O tempo foi passando e algumas modificações temáticas e estrutura da música, como melodia e instrumentos aconteceram. O estilo caipira foi adaptado para o moderno, tanto que nos 80 foi o primeiro gênero de massa produzido e consumido no Brasil.

A história da música sertaneja é dividida em três fases: de 1929 a 1944, música caipira ou música sertaneja raiz; de 1945 até os anos 60 como fase de transição e do final dos anos 60 até a atualidade, música sertaneja romântica.

Na primeira fase, as músicas eram compostas por uma introdução de instrumento, breve ou longa, e as músicas eram em estilo modas de viola que falavam do universo sertanejo. Os duetos eram acompanhados por viola caipira, instrumento de cordas duplas e sistemas de afinação. As duplas dessa época eram: Cornélio Pires e sua “Turma Caipira”, Alvarenga & Ranchinho, Tonico & Tinoco e Pena Branca & Xavantinho.

Instrumentos, como a harpa e o acordeão, foram introduzidos na música sertaneja, em 1945, além de novos estilos e duetos com intervalos variados. Novos ritmos também foram introduzidos, como o rasqueado, interpretado pelo violeiro mineiro Tião Carreiro. As músicas eram canções amorosas que falavam sobre a vida do compositor, cantor ou pessoas conhecidas. Artistas como Cascatinha & Inhana, Irmãs Galvão e Sulino & Marrueiro, fazem parte desta transição.

O “ritmo jovem” chegou no final dos anos 60 e compôs a fase moderna da música sertaneja acompanhado de uma guitarra elétrica. O modelo para esta nova descoberta foi a jovem guarda e um de seus integrantes, Sérgio Reis, que gravou um repertório tradicional sertanejo e ampliou o conhecimento do gênero.

Já na década de 1970, Milionário & José Rico usaram elementos da tradição mexicana, o Mariachi, com floreios de violino e trompete.

Os locais de performance desse gênero musical eram em circos, rodeios e rádios AM. Em 1980, o sertanejo começou a ser tocado nas rádios FMs, em programas de TV matutino, no horário nobre, em trilhas de novelas e programas especiais.

A partir de 1980, houve uma grande exploração comercial da música sertaneja no Brasil, começando com Chitãozinho & Xororó e Leandro & Leonardo e outras diversas duplas que surgiram e tiveram seu auge entre os anos de 1988 e 1990.

Sertanejo Romântico

Para chamar a atenção, eram alternados solos e duetos para apresentar as canções, algumas em ritmo de balada, onde sua principal mensagem era o amor. Arranjos instrumentais também foram adicionados, como instrumentos de orquestra e a base de rock, incorporada ao gênero, para deixar o ritmo mais empolgante.

As principais duplas dessa nova tendência, eram compostas por Chitãozinho e Xororó, Leandro e Leonardo, Zezé Di Camargo & Luciano, Christian & Ralf, Trio Parada Dura, Chico Rei & Paraná, João Mineiro & Marciano, Gian & Giovani, Rick & Renner, e Roberta Miranda.

Já as músicas de sucessos do gênero sertanejo romântico, são: “Fio de cabelo”, “Pense em mim”, “Entre tapas e beijos” e “Evidências”.

Atualmente, as duplas de sertanejo romântico são compostas por Bruno & Marrone, Rio Negro & Solimões, Guilherme & Santiago, Edson & Hudson, Fernando & Sorocaba, João Neto & Frederico, João Bosco & Vinicius, Jorge & Mateus, dentre outras.

Evolução

Com a evolução dos ritmos, o sertanejo deixou de ser algo voltado para as comunidades rurais e tornou-se mais dançante e mais urbano, sem perder sua característica em melodia simples e melancólica, por isso, os sertanejos atuais mudaram sua temática e adotaram temas como amor e traição, além de outros ritmos e estilos, tornando o axé-nejo, funk-nejo, arrocha e eletro-nejo, com as duplas Munhoz e Mariano, André Luiz e Otávio, Thaeme e Thiago e também cantores como Michel Teló, Gusttavo Lima, Israel Novaes, Cristiano Araújo e Léo Rodriguez, Marilia Mendonça, entre outros.