Como Baixar Músicas Regional?

Quer baixar música de Regional? Vamos te ajudar a encontrar o melhores sites de Download de músicas e Serviços de Streaming isso legalmente, você vai poder baixar MP3 e ouvir música onde você desejar. Confira!


Regional

Conheça mais sobre o estilo musical Regional.

A Musica Regional é uma manifestação da cultura baiana, que foi criada em 1928 por Manoel dos Reis Machado ( Mestre Bimba ). Bimba utilizou os seus conhecimentos da Capoeira Angola e do Batuque (espécie de luta-livre comum na Bahia do século XIX) para criar este novo estilo


Playlist das 100 Músicas mais Baixadas Regional


Top 10 Músicas Mais Tocadas do Regional

Ops algo não saiu como previsto, por enquanto escute Regional no Youtube:



Lista dos Artistas e Ranking das Músicas de Regional

Principais Artistas do Regional



7 parcerias musicais pra fechar o mês com chaves de ouro!

7 parcerias musicais pra fechar o mês com chaves de ouro!

Entre outras vantagens, o feat. promove intercâmbio de públicos e sonoridades. Essa gravação é enriquecedora tanto para os artistas quanto para o fãs, que acabam saboreando a experiência de curtir um som diferente e cheio de outras referências. Se bem selecionada, a parceria tem tudo para dar um up nas carreiras dos envolvidos.

Saiba mais sobre a história do estilo musical: Regional.

O Brasil é um dos países com a maior riqueza musical do mundo. Ao longo dos seus pouco mais de 500 anos, o país ainda jovem desenvolveu diversos ritmos diferente, alguns com inspiração em outros trazidos por colonizadores, outros vindos da terra mesma quando começamos a escrever nossa própria história sozinhos. O fato é que nossa música é rica e contagiante, e merece bastante destaque e estudo para quem não conhece as diversas variações. A cada nova região, um novo ritmo contagia os locais. Conheça alguns a seguir: Forró Ritmo típico da região nordeste, em especial dos Estados de Pernambuco e Paraíba. A história do Forró é contada de forma bacana pelos locais. Dizem os historiadores que o forró era um ritmo bem diferente do que temos hoje, mas era uma música ainda animada a ser dançada entre os casais. Os colonizadores da região diziam para as pessoas irem dançar e chamavam os outros, diziam “for all”, ou seja, para todos, mas o nome foi aproveitado e acabou nomeando o ritmo. Este ritmo é uma junção de toré com o arrastar dos pés dos índios e ritmos de portugueses e holandeses, gerando em uma junção bem divertida. O ritmo é essencialmente tocado com uma sanfona e acompanhamentos, mas a sanfona é o instrumento mais conhecido. As letras falam de amor, romance e saudades da terra que deixou para trás, mas hoje quase todas as musicas viram forró. No começo as letras eram mais intensas e falavam da seca e vida do nordestino no interior de sol escaldante, mas hoje falam de festas, namoro e amizade. Muitos cantores modernos nordestinos traduzem letras internacionais e transformam em forró com suas versões. O forró deve ser dançado aos pares, em movimentos rápidos seguindo a música. Não é um ritmo romântico, por isso deve ser dançado pelo maior tempo possível, pois cansa um pouco. Os nordestinos costumam dizer que há dois tipos de forró: o pé de serra, o mais antigo, e mais moderno. Uma nova versão do forró surgiu no Sudeste, chamada de universitário, que utiliza elementos eletrônicos em sua execução, como a bateria, o teclado, o contrabaixo e a guitarra. Na versão original dos anos 50, não há tais instrumentos no ritmo. O ritmo costuma embalar quadrilhas durante o são joão, e é típico desta festa do meio do ano, que é muito forte na Região Nordeste. Os cantores mais famosos de forró hoje são Luiz Gonzada(falecido) e Dominguinhos. Brega Pouca gente sabe como surgiu o brega de fato, um ritmo tipicamente nordestino que não contagiou o resto do Brasil, mas é muito forte na região. Com o uso de elementos eletrônicos em sua execução, o ritmo tem uma batida agitada e deve ser dançando bem junto, em passos rápidos ou rebolados intensos com um bom requebrado de cintura. As letras são simples e fáceis de memorizar, por isso é considerado um ritmo popular. Os cantores de brega mais conhecidos são Reginaldo Rossi e Adilson Ramos. Sertanejo Chama-se de sertanejo o ritmo nacional derivado do country norte americano. De fato as bases são as mesmas: os artistas usam roupas semelhantes baseadas no couro de animais, cantam com base no violão, e o tom romântico está presente em todas as letras e vozes. O ritmo é típico das cidades interioranas do sudeste e centro oeste do Brasil, em zonas rurais em que a vaquejada e boiadas são eventos tradicionais. O sertanejo já foi um dos ritmos mais conhecidos no Brasil e cantado em todas as regiões. Nos anos 90 foi uma febre nacional e diversos nomes se destacaram no cenário nacional, como com as duplas Leandro e Leonardo, Chitãozinho e Xororó e Zezé de Camargo e Luciano. O estilo voz principal e back vocal para complementar se mantém até hoje com novas duplas sertanejas, que surgem a cada dia. Algumas novas vozes renovaram o ritmo, como Paula Fernandes que faz o que chamam de sertanejo romântico. Contudo, as canções clássicas do sertanejo dos anos 90 ainda se mantem fortes nas vozes novas. Os maiores representantes do ritmo são Roberta Miranda e Sérgio Reis. Funk Carioca O funk carioca é um dos ritmos locais mais conhecidos em todo o país. Com a explosão do funk nos anos 90, todo mundo, mesmo que não curte, conhece algumas rimas famosas de cantoras conhecidas como Tati Quebra Barraco. O estilo musical surgiu nas favelas do Rio de Janeiro e tem inspiração no funk dos Estados Unidos, mas é bem diferente. As letras são simples, rimas básicas para pegar fácil, mas que fazem todo mundo remexer. O importante no funk não é dançar com alguém, mas requebrar a cintura bastante e sozinho mesmo na pista. Axé O axé é um ritmo típico da Bahia, Estado da região nordeste, mas conhecido em todo o Brasil. O ritmo é uma junção dos movimentos de capoeira, do candomblé com ritmos vindos da África trazidos pelos escravos no começo da colonização do Brasil. Hoje é um dos ritmos mais famosos e ganhou diversas variantes, ficando um pouco romântico e até com canções de amor, mas ainda contagiante. É intenso e deve ser dançado sozinho, mesmo que algumas pessoas gostem de fazer coreografias para dançar juntas. Os principais representantes do axé hoje são as cantoras Ivete Sangalo e Claudia Leite. Nos anos 90 o ritmo ficou famoso por arrastar multidões no carnaval da Bahia, e acabou ficando famoso em todo o Brasil por ser presença constante em programas de televisão. Muitos dos cantores e bandas da época tocam até hoje, como a banda Asa de Águia, Chiclete com Banana, dentre outros. Carimbó Ritmo típico da região norte, o carimbo é amplamente ouvido em diversos estados da região o qual pertence. Faz parte da cultura local e tem como base cantos dos índios e influencias nos ritmos da natureza. É dançado em roda e com ritmos feitos com instrumentos naturais de batida e sopro. Lundu O lundu também é um ritmo típico da região norte e pouco conhecido em outras regiões do Brasil. Mistura ritmos da Angola e da corte portuguesa vindos dos tempos de colônia, com batidas fortes e envolventes.  Usa instrumentos de corda para marcar o ritmo, mas nada elétrico.

Você conheceu um pouco mais sobre o Estilo Musical Regional.