4 artistas LGBT da música independente para ouvir hoje?


Os artistas LGBT são protagonistas em vários segmentos da música. As canções são engajadas, abordam temáticas que jamais podem ser ignoradas. Em suma, trata-se de uma situação que envolve representatividade, respeito e cidadania.

Palco MP3 abraça comunidade de Artistas LGBTQ+

4 artistas LGBT da música independente para ouvir hoje

Os artistas LGBT são protagonistas em vários segmentos da música. As canções são engajadas, abordam temáticas que jamais podem ser ignoradas. Em suma, trata-se de uma situação que envolve representatividade, respeito e cidadania.

Na condição de espaço democrático, o Palco MP3 é um cenário que valoriza todos os tipos de música e/ou manifestações artísticas. Nesse sentido, o nosso post de hoje é dedicado aos artistas LGBT, bem como à cena em geral.

Vam’bora ouvir esses sons?

Artistas LGBTQ+ no Palco MP3

O Palco MP3 colabora com a divulgação de mais de 130 mil artistas. São mais de 1 milhão de músicas cadastradas! Em outras palavras, é a maior plataforma de divulgação musical do Brasil.

Nesse contexto, vários artistas LGBT, distribuídos nos mais variados gêneros de música, usam o site para espalhar o seu som. Neste post, você experimenta um contato com quatro nomes emblemáticos dessa cena que começou há muito tempo, continua até hoje e só parece melhorar.

Prepare aí os seus fones de ouvido e se joga!

1. Leo Bonetto

O soteropolitano Leo Bonetto é cantor, dançarino e compositor. O som dele transita entre pop, R&B e dance, mas sempre reverenciando a baianidade da música brasileira. Bacharel em Artes pela UFBA, a arte de Bonetto exalta as comunidades LGBTQ+ e negra. 

Começou lançando covers, no YouTube. Porém, as coisas mudaram, e em 2020 levantou o voo autoral com o single Rebelião. O clipe desse manifesto contra qualquer tipo de opressão foi lançado na reta final do ano passado. A direção ficou por conta de Leo Bonetto, um artista de 1001 talentos.

2. Oliver Aldrin

O curitibano Oliver Aldrin é um agitador cultural! Começou na música ocupando o posto de baixista na banda SIIXT, lá em 2010, e de lá pra cá, não parou mais! Atualmente, além da carreira solo, o artista também é SEO da gravadora Prevail Records. 

Oliver já retratou a questão da homofobia em várias músicas, incluindo as do EP Liberdade e Amor, lançado em 2019. Em seus trabalhos mais recentes, no entanto, o artista tem cantando sobre questões que abordam questões sobre relacionamento. Veja o clipe de Diga, single lançado em outubro passado.

” width=”676″ height=”380″ src=”https://www.youtube.com/embed/hLwGIKkKi5U?feature=oembed” frameborder=”0″ allow=”accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture” allowfullscreen]

3. Clara Tanure

A carreia da mineira Clara Tanure começou no gospel Crianças Diante do Trono. Em 2019, depois de quase 10 anos dedicados ao projeto, a cantora decidiu seguir outros rumos artísticos e levantou as bandeiras feministas e das causas LGBT+.

Os gritos de independência e empoderamento de Clara começaram com os singles Chora Boy e Sem Juízo, sempre apostando em clipes trabalhados em estéticas coloridas e irreverentes. O trabalho mais recente dela, no entanto, é o single Tudo Bem Para Mim, faixa com temática amorosa.

4. Nuno Talicosk

O recifense Nuno Talicosk é ator, cantor, apresentador, jornalista e professor. Popularmente conhecido como “Imperador dos Xovens”, esse artista tão multifacetado é dono de um carisma ímpar e desponta como nome forte no novo pop brasileiro.  

Em 2019, lançou-se como cantor com as faixas. Com os singles Tá na Marola, um brega-funk LGBT e Dinheiro, um reggaeton, em parceria com o rapper Wally Kastro, que Nuno ganhou mais visibilidade. Para alertar sobre a importância de ficar em casa, com a crescente da pandemia do novo coronavírus, lançou a faixa Contra o Chão, um electropop.

– Festival Loleepop In Casa Fest 2020″ width=”676″ height=”380″ src=”https://www.youtube.com/embed/0FMCPH75LD4?feature=oembed” frameborder=”0″ allow=”accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture” allowfullscreen]

Mais músicas de artistas LGBTQ

E se você quer continuar ouvindo músicas de artistas LGBTQ, nossa conversa ainda não acabou! Em primeiro lugar, dá só uma conferida nesse post sobre esse mesmo assunto, bem como em outro artigo relacionado ao mesmo tema.

Agora, se liga só na playlist Para Ouvir Com Orgulho, um rolê de representatividade musical que a galera do Palco MP3 esquematizou.

Palco MP3 divulga playlist com músicas de artistas LGBTQ+

São mais de duas horas de muito som. Tem pop, eletrônica, funk e muito mais! Em outras palavras, você tem músicas de vários temperos relacionados à temática LGBTQ.

Por fim, mas não menos importante, não se esqueça de espalhar o link deste post por aí. Juntos, somos mais fortes na hora de divulgar o que há de melhor na cena independente. 

4 artistas LGBT da música independente para ouvir hoje

 

Playlist das 100 Músicas mais Baixadas

Os artistas LGBT são protagonistas em vários segmentos da música. As canções são engajadas, abordam temáticas que jamais podem ser ignoradas. Em suma, trata-se de uma situação que envolve representatividade, respeito e cidadania.




0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *